Síndrome de Ehlers-Danlos em um cão

Resumo

A síndrome de Ehlers-Danlos, também conhecida como astenia cutânea ou dermatosparaxis, é uma doença congênita rara, por consequência de alterações nas fibras do colágeno na derme. Atendeu-se no consultório veterinário Canicentro (Bogotá-Colômbia), um paciente canino, com 19 meses, macho não castrado, da raça Pastor Alemão, com histórico de escoriações ocasionadas por traumatismos leves com pouco sangramento e cicatrização rápida além de perda de peso e deterioração da pelagem, com queda abundante e opacidade. Ao exame físico evidenciou-se índice de extensibilidade cutânea superior à percentagem normal em cães. Foram tomados fragmentos de pele para estudo histopatológico, cujos achados confirmaram o diagnóstico de astenia cutânea. Devido...

Síndrome da persistência dos Ductos de Müller em um cão da raça schnauzer miniatura com sertolioma e sinais clínicos de feminização

Resumo

Um Schnauzer Miniatura do sexo masculino de oito anos de idade foi encaminhado ao Cevet Centro veterinário na Cidade de Curitiba-PR com reclamação principal de problemas dermatológicos. Ao exame físico observou-se distenção abdominal, criptorquidia unilateral esquerda, abdome distendido, alopecia não pruriginosa, piodermite superficial e hiperpigmentação. O animal apresentava genitália externa masculina. Além das alterações já descritas, a condição geral do paciente parecia normal. O exame ultrassonográfico revelou a presença de estruturas tubulares de paredes finas, ocupando grande parte da cavidade abdominal, consistente com um corpo e dois cornos uterinos assimétricos, ligados aos testículos adjacentes (um dentro do escroto e outro intracavitário). Foi realizada...

Resposta inflamatória em cães com dermatite atópica

Resumo

A dermatite atópica canina é uma doença inflamatória crônica pruriginosa de caráter genético, na qual a pele apresenta hiper-reatividade a alérgenos ambientais diversos. As principais alterações genéticas estão associadas à perda da função de barreira protetora da pele e a ativação de mediadores pró-inflamatórios, com prevalência da resposta humoral mediada por imunoglobulinas da classe E IgE. Os ácidos graxos poli-insaturados das séries ômega 3 e ômega 6 têm importante papel na fluidez das membranas celulares e na modulação da resposta inflamatória, além de participarem na constituição da epiderme. A suplementação com ácidos graxos poli-insaturados pode servir para aliviar os sinais clínicos da doença, reduzir a...

Pênfigo foliáceo em felino

Resumo

O pênfigo foliáceo é uma dermatopatia autoimune que acomete gatos adultos a idosos, sem predileção de raça ou sexo. Podem ser desencadeadas por vários fatores, dentre elas: predisposição genética, causas idiopáticas e reações causadas por drogas. Os principais sinais clínicos consistem em apatia, emagrecimento, lesões cutâneas crostosas em pavilhão auricular, pústulas, pápulas, erosão e exsudação em leito ungueal. O diagnóstico se baseia em achados de citologia e biópsias com histopatológicos das lesões com visualização de pústulas e células acantolíticas. O tratamento é baseado em imunossupressores e controle de infecções bacterianas secundárias da pele. O objetivo desse trabalho foi relatar um caso de pênfigo foliáceo em...

Mastocitoma multicêntrico cutâneo metastático em um canino: achados clínico-laboratoriais

Resumo

O mastocitoma corresponde a uma proliferação desordenada dos mastócitos. Nos caninos, equivale a um dos tumores malignos mais diagnosticados. Qualquer local do organismo pode ser afetado, mas a pele é o órgão usualmente acometido. Normalmente é disposto como lesões isoladas. A apresentação com múltiplas lesões, denominada multicêntrica, é considerada incomum e com elevada taxa metastática, e assim revelando um prognóstico desfavorável. Objetivou-se descrever o mastocitoma cutâneo multicêntrico de potencial metastático, na espécie canina. Um canino, macho, Boxer, cinco anos, possuía proliferações na pele. O animal foi submetido ao exame físico e foi constatado nódulos e tumores dérmicos, com distribuição disseminada. Solicitou-se hemograma e citologia...

Estudo retrospectivo da casuística de dermatofitose em cães e gatos na Serra Gaúcha – RS

Resumo

A dermatofitose é uma doença fúngica cutânea, onde o organismo causal é um fungo que possui a capacidade de invadir e se alimentar de tecido queratinizado presente em pelos, unhas e no estrato córneo da pele. Os três tipos de fungos mais comuns são: Microsporum canis, Tricophyton mentagrophytes e Microsporum gypseum. O objetivo do trabalho foi caracterizar a população de cães e gatos acometidos por dermatofitose atendidos no serviço de dermatologia privada na região de Bento Gonçalves e Caxias do Sul, RS, num período de 31 meses. Foram atendidos 12 animais com diagnóstico de dermatofitose (2%) sendo 1,3% da espécie canina e 13,9% felina. O...

Esporotricose felina no Município de Cruz das Almas – BA

Resumo

Esporotricose é uma zoonose causada por fungo, dando-se a contaminação em animais por meio de mordidas ou arranhões manifestando-se a patologia, na maioria das vezes, na forma de micose cutânea. Relata-se o primeiro caso de diagnóstico clínico e histopatológico de esporotricose em um felino na cidade de Cruz das Almas, Bahia, onde essa não é endêmica. Palavras-chave: Esporotricose, felinos, micose cutânea, fungos dimórficos, Sporothrix schenckii.

Abstract

Sporotrichosis is a zoonosis caused by the fungus, giving contamination by animal bites or scratches manifesting the disease, mostly in the form of cutaneous mycosis. We report the first case of clinical diagnosis and histopathological sporotrichosis in a feline in...

Criptococose

Resumo

A criptococose é uma doença fúngica sistêmica, causada pelo Cryptoccoccus neoformans, capaz de infectar o homem, mamíferos domésticos e animais silvestres. As fezes de aves são fontes de infecção e os pombos assumem papel importante como reservatório do agente no ambiente urbano. A inalação de esporos é a principal forma de infecção, tanto nos animais como em humanos. Os sinais clínicos são variáveis conforme os órgãos acometidos e as lesões causadas, relacionados com o estado imune do hospedeiro. Palavras-chave: zoonose, fungo, pombo, imunidade

Abstract

Cryptococcosis is a systemic fungal disease caused by Cryptoccoccus neoformans, which is able to infect man, domestic mammals and wild animals. The...

Tratamento com acupuntura e fisioterapia em felino com lesão em nervo radial

Resumo

O caso apresentado trata-se de um felino, fêmea, sem raça definida (SRD), 10 anos de idade, que sofreu um acidente e teve diagnóstico de lesão em nervo radial e lesão em chicote na coluna lombar. A gata passou em consulta com ortopedista e foi encaminhada para a fisioterapia para iniciar o tratamento. O membro torácico esquerdo encontrava-se recolhido devido à paralisia do nervo radial, com claudicação evidente, ausência de propriocepção e ausência de sensibilidade em dígito lateral. Em membros pélvicos, o reflexo patelar estava diminuído bilateralmente e o isquiático aumentado, a dor superficial era ausente em dígitos laterais e...

Síndrome de fragilidade cutânea secundária à reação adversa a fármaco em felino

Resumo

Farmacodermia é uma reação a fármaco de caráter imunológico sendo que sua apresentação mais comum ocorre na pele, podendo causar diferentes graus de prurido e manifestações clínicas. A identificação do medicamento causador é de suma importância e o mesmo deve ser descontinuado. Qualquer classe de medicamento pode desencadear uma farmacodermia, porém os fármacos mais envolvidos são os antibióticos, antiinflamatórios, quimioterápicos e anticonvulsivantes. As farmacodermias podem ser leves, e neste caso desaparecerem com a descontinuidade do fármaco envolvido, ou graves e até letais, como é o caso da necrólise epidérmica tóxica e da síndrome de Stevens-Johnson. A Síndrome de fragilidade...