Origem e histórico dos animais resgatados e tutelados por ONGs de proteção aos animais, protetores independentes e Associação de protetores de animais da cidade de Salvador/BA

Resumo

A superpopulação de animais abandonados demanda, cada vez mais, a atuação de Organizações não governamentais (ONGs) e de protetores independentes que normalmente abrigam mais animais do que tem condições financeiras de manter. Este trabalho teve como objetivo estudar a origem dos animais que foram resgatados e que são tutelados e/ou abrigados em canis e gatis de ONGs, nas casas de protetores de animais independentes e de Associação de Protetores de Animais da cidade de Salvador/BA no período de janeiro a março de 2016, e o histórico de como os animais estavam no momento do resgate. Foi pesquisado um total...

Obstrução uretral em gata

Resumo

Foi apresentado para atendimento, um paciente felino, fêmea com histórico de hematúria e emaciação há cerca de dois meses, além de anorexia, apatia, êmese, tenesmo e anúria há um dia. No exame físico e ultrassonográfico foi diagnosticada a obstrução uretral por urólito. A obstrução uretral em fêmeas felinas é considerada rara, contudo a ocorrência da doença do trato urinário inferior dos felinos (DTUIF) é comum em ambos os gêneros, devendo-se ser dada a mesma importância em seu diagnóstico e tratamento precoces, visto que é um fator que predispõe a formação de urólitos. Este trabalho objetiva relatar um caso de...

Múltiplos cistos foliculares na cabeça de cão

Resumo

Cistos foliculares são lesões cutâneas não-neoplásicas revestidas por epitélio folicular escamoso estratificado. A patogênese desta lesão é desconhecida. Múltiplos cistos foliculares ocorrem esporadicamente em cães, gatos, alpacas, cavalos, ovelhas, aves domésticas e seres humanos. Este relato descreve um caso de múltiplos cistos foliculares na cabeça de um cão jovem sem raça definida. Baseado no exame histopatológico eles foram categorizados como de origem infundibular. As lesões císticas mediam aproximadamente 5mm de diâmetro, eram alopécicas, macias e por vezes fistulavam drenando secreção amarelo-esverdeada fétida. Devido a idade de surgimento, caráter múltiplo dos cistos com presença de fragmentos pilosos em seu interior...

Manifestações neurológicas causadas por doenças sistêmicas em cães e gatos

Resumo

Várias enfermidades sistêmicas podem afetar o sistema nervoso e em muitas dessas doenças, os sinais sistêmicos se sobrepõem aos sinais neurológicos, enquanto que em outras, são os sinais neurológicos que predominam. As anormalidades funcionais do sistema nervoso se originam de alterações no metabolismo energético, desestabilização de membranas neuronais, hipóxia, formação de toxinas endógenas ou alterações na osmolaridade. Essas condições são denominadas encefalopatias metabólicas e ocorrem em doenças como hipotireoidismo, hiperlipidemia, hiperadrenocorticismo, hipoglicemia, hiperglicemia, distúrbios eletrolíticos e encefalopatia hepática, urêmica e hipertensiva. Assim, o objetivo desta revisão é abordar as causas e sinais clínicos destas afecções. Palavras-chave: encefalopatias, metabolismo, sistema nervoso,...

Lúpus Eritematoso Discóde

Resumo

O Lúpus eritematoso discoide ou cutâneo crônico é uma doença autoimune, de carácter benigno. Não se sabe a sua etiopatogenia, porém autores acreditam que tenha uma predisposição genética e à exposição solar. Algumas raças são mais predispostas, como por exemplo o Husky Siberiano, Pastor Alemão, Collie, Shetland Sheepdog, Pitbull, Dachshund, Cocker Spaniel e Weimaraner, sendo mais frequente em machos do que fêmeas. Um padrão lesional seria a perda da arquitetura do plano nasal, “calçamento de pedra” ou “mosaico português”, descamação, despigmentação, crostas e edema. O diagnóstico é feito através do histórico, exame físico e histopatológico. O tratamento nesse relato...

Hematoma esplênico em cão

Resumo

O baço exerce diferentes funções, sendo acometido por numerosas doenças (inflamatórias, circulatórias, hematológicas e neoplásicas). Este trabalho tem por objetivo relatar um caso de hematoma esplênico em um canino, fêmea, da raça teckel, 14 anos de idade, atendido pela presença de neoplasmas mamários. Ao exame físico, evidenciou-se dois neoplasmas, de consistência firme e sem aderência, de aproximadamente 2,5 cm de diâmetro, nas duas mamas abdominais caudais. Evidenciou-se, ainda, distensão e dor abdominal à palpação. Solicitou-se hemograma completo e perfil bioquímico além de radiografia torácica e ultrassonografia abdominal. Evidenciou-se então a presença de tumoração em baço. O paciente foi encaminhado...

Granuloma Lepróide Canino

Resumo

A Síndrome Granuloma Lepróide Canino é uma enfermidade infecciosa nodular piogranulomatosa causada por uma micobactéria cujas lesões localizam-se principalmente no dorso das orelhas, focinho e extremidades das patas. Afeta principalmente cães adultos, de pelo curto e de grande porte. O diagnóstico é realizado através de exames citológicos e histopatológicos utilizando colorações específicas para a visualização de bacilos álcool ácido resistentes (BAAR) no interior de macrófagos ou em meio extracelular. O tratamento baseia-se no uso de antibióticos associados à terapia cirúrgica e tende a ser auto limitante em organismos imunocompetentes. O prognóstico é bom. O objetivo deste trabalho é relatar...

Fenda palatina secundária a tumor venéreo transmissível em cão

Resumo

As fendas palatinas são defeitos raros que afetam o osso e a mucosa do palato duro. Podem ocorrer por causas primárias ou congênitas e secundárias ou adquiridas, e dentre as últimas, as neoplasias são fatores predisponentes em cães. Em função das manifestações clínicas características, o diagnóstico normalmente se baseia em anamnese e inspeção direta e detalhada da cavidade oral, onde pode ser observada a fenda, que normalmente se limita ao palato e cujo tratamento é, geralmente, cirúrgico. Este artigo apresenta um caso de fenda palatina secundária a tumor venéreo transmissível em cão, tratada por meio de palatoplastia pela técnica...

Enzimas Janus Kinase (JAK): Funções e importância na dermatologia veterinária

Resumo

O grupo enzimático Janus Kinase é representado por quatro enzimas: JAK1, JAK2, JAK3 e tirosina kinase 2 (TIK2) e tem um importante papel na ativação de numerosas citocinas que participam do crescimento, sobrevivência, desenvolvimento, diferenciação e apoptose de uma variedade de células, com importância principal para as células do sistema imune e sistema hematopoiético. Além disso, é uma via de sinalização muito importante para citocinas inflamatórias e pruridogênicas, principalmente JAK 1, em cães com dermatite atópica. Esse grupo de enzimas vem ganhando importância na Medicina Veterinária como alvo terapêutico em doenças como a dermatite atópica canina. Portanto o objetivo...

Dispositivo polivalente para estabilização de fraturas de costelas por CTVA

Resumo

A ocorrência de traumatismo torácico com fratura de costelas é frequente no atendimento de cães e gatos, e diferentes dispositivos já foram descritos para aplicação no tratamento desta afecção. Neste estudo descrevemos a criação do dispositivo polivalente de estabilização de costelas em associação às Suturas Circuncostais, e propusemos novas técnicas de suturas. Palavras-chave: fratura de costelas, instabilidade torácica, flail-chest, vídeo toracoscopia.

Abstract

The occurrence of thoracic trauma with rib fracture is frequent in the care of dogs and cats, and different devices have already been described for application in the treatment of this condition. In this study we describe the creation of...