Auto-hemoterapia, uma nova ou antiga alternativa terapêutica? Revisão de literatura

Resumo

Avanços científicos e tecnológicos voltados ao tratamento de diversas enfermidades são hoje responsáveis por proporcionar uma melhor perspectiva e qualidade de vida. Diante dos custos, acessibilidade e efeitos colaterais que alguns destes modelos terapêuticos podem originar, faz-se necessário e é crescente a busca por alternativas que minimizem estes fatores tão indesejados. Neste contexto, há mais de um século, surgiu a auto-hemoterapia. Embora ainda hoje muito questionada e pouco pesquisada, esta terapia vem ganhando espaço nos estudos científicos, demonstrando respostas clínicas às mais diversas patologias tanto para os seres humanos quanto para os animais. Nesta revisão serão abordados aspectos inerentes ao histórico, à técnica, formas de administração, mecanismo de ação, aplicabilidade e contraindicações, visando assim reunir informações que possibilitem uma melhor compreensão sobre este tema.

Palavras-chave: terapia, sangue, patologias, auto-hemoterapia

Abstract

Scientific and technological advances directed at treating various diseases are today responsible for providing a better perspective and quality of life. Due to costs, accessibility and collateral effects that some of these therapeutic models can originate, it is necessary and crescent the research for alternatives that minimize these unwanted factors. In this context, for over a century, arises the autohemotherapy. Although it is still nowadays widely questioned and little investigated this therapy has been gaining space in the scientifics studies, demonstrating clinical responses to several pathologies both human beings and animals. In this review, will be approached aspects inherent in to the historical, technique, forms of administration, mechanism of action, contraindications, and applicability, thus aiming to gather information to enable a better understanding of the topic.

Keywords: therapy, blood, pathologies, autohemotherapy



Este conteúdo é apenas para associados MEDVEP: Associado Ouro, Associado Bronze, e Associado Prata.
Acessar Associe-se

Carcinoma de glândulas ceruminosas em um felino doméstico

Resumo

Os carcinomas das glândulas ceruminosas são neoplasias malignas oriundas das glândulas sudoríparas do canal auditivo externo. Correspondem a proliferações incomuns nos gatos domésticos. Objetivou-se descrever um caso de carcinoma das glândulas ceruminosas em felino. Uma gata, onze anos, raça persa, possuía lesão na orelha direita. A paciente foi submetida ao exame físico. Optou-se por realizar biopsia excisional e o material foi enviado para a histopatologia. Havia um nódulo friável no ramo vertical do conduto auditivo direito. O padrão histológico foi compatível com carcinoma de glândulas ceruminosas. Ao abordar gatos senis com neoformações no canal auricular, deve-se considerar a possibilidade de tal neoplasia.

Palavras-chave: tumor maligno, conduto auricular, Felis catus



Este conteúdo é apenas para associados MEDVEP: Associado Ouro, Associado Bronze, e Associado Prata.
Acessar Associe-se

Caracterização do adenocarcinoma apócrino secretório cutâneo em um canino

Resumo

O adenocarcinoma secretório cutâneo corresponde a um tumor maligno oriundo da glândula sudorípara apócrina, sendo incomum em caninos. Objetivou-se descrever tal neoplasia nessa espécie. Uma cadela, nove anos, raça Labrador Retriever, possuía lesão na pata dianteira direita, com três meses de evolução. A paciente foi submetida ao exame físico. Optou-se por realizar biopsia incisional e o material obtido foi enviado para a histopatologia. Havia um tumor dermossubcutâneo, com oito cm de diâmetro, envolvendo o terceiro dígito do membro torácico direito. Não ocorriam proliferações em outras regiões anatômicas. O padrão lesional histológico foi compatível com adenocarcinoma apócrino secretório tegumentar. Deve-se incluir o mesmo na diferenciação das demais neoformações tegumentares crônicas caninas.

Palavras-chave: neoplasia maligna, glândulas sudoríparas, Canis familiaris



Este conteúdo é apenas para associados MEDVEP: Associado Ouro, Associado Bronze, e Associado Prata.
Acessar Associe-se

Avaliação da eficácia da ração de soja hidrolisada no controle do prurido crônico em cães com dermatite atópica

Resumo

O presente estudo tem como objetivo avaliar a eficácia da ração de soja hidrolisada no controle lesional e do prurido crônico em cães com dermatite atópica. Para isso 14 cães com dermatite atópica, baseados nos critérios de Favrot et. al (2010), foram alimentados exclusivamente com ração hidrolisada de soja, e avaliados quinzenalmente, durante oito semanas, seus índices de prurido, pela escala de Rybnicek et al. (2009), e lesional, pelo índice de lesão para cães com dermatite atópica (CADLI). Após 60 dias os cães foram desafiados com alimento pregresso. A eficácia foi analisada através do teste não paramétrico de Kruskall-wallis, seguido do teste de Mood`s, com (p<0,005). Houve minimização no prurido nos dias +30, +45 e +60 (p<0,001) ,e das lesões (p<0,05) nos dias +30, +45 e +60, com relação ao dia 0, em 78,5% doa animais estudados.

Palavras-chave: Alergia alimentar, trofoalérgenos, proteína hidrolisada



Este conteúdo é apenas para associados MEDVEP: Associado Ouro, Associado Bronze, e Associado Prata.
Acessar Associe-se

Avaliação da concentração do alérgeno maior de ácaro Dermatophagoides pteronissynus (der p 1) no microambiente de cães com dermatite atópica

Resumo

A dermatite atópica é uma dematopatia inflamatória, pruriginosa, crônica e recorrente, de alta incidência em cães. O presente estudo teve como objetivo avaliar a concentração do alérgeno maior do ácaro Dermatophagoides pteronyssinus (Der p 1), na pelagem de cães atópicos e no microambiente no qual eles vivem. Para tal, foram selecionados o domicílio de 20 cães com dermatite atópica. Amostras da poeira domiciliar e da pelagem dos cães foram coletadas e os níveis dos alérgenos avaliados pelo método de ELISA alérgeno específico. Na pelagem dos cães, a concentração média de Der p 1 foi de 0,25 μg/g. No ambiente, o alérgeno foi encontrado em maior concentração média no tapete da sala com 2,17 μg/g, seguido pelo sofá com 1,53 μg/g, cama do cão com 1,13 μg/g, roupa de cama do cão com 0,64 μg/g e chão com 0,25 μg/g. Concluiu-se que os cães se expõem ao Der p 1 em concentrações provavelmente sensibilizantes no tapete e no sofá, porém também em concentrações importantes em sua cama e roupa de cama.

Palavras-chave: dermatopatia, prurido, poeira doméstica, eczema atópico.



Este conteúdo é apenas para associados MEDVEP: Associado Ouro, Associado Bronze, e Associado Prata.
Acessar Associe-se

Avaliação clínica da administração de Rosmarinus Officinalis no conduto auditivo externo

Resumo

O Rosmarinus officinalis L. possui propriedades descritas como anti-inflamatórias, antissépticas, antimicrobiana, cicatrizantes e antioxidantes. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito clínico da administração do óleo essencial de alecrim a 5% na orelha externa hígida de ratos Wistar. Foram utilizados nove ratos Wistar distribuídos aleatoriamente em três grupos de acordo com tratamento. As orelhas foram tratadas uma vez ao dia por até sete dias, com 0,1mL de óleo essencial de alecrim 5% em propilenoglicol (GI), propilenoglicol (GII) ou NaCl 0,9% (GIII). A avalição clínica foi feita segundo escore de Emgard & Hellström, com modificações, para coloração, diâmetro luminal e efusão, aos quatro, seis e dez dias através de vídeo-otoscopia. O grupo tratado com óleo essencial de Rosmarinus officinalis demonstrou menores alterações clínicas em comparação com os grupos tratados com propilenoglicol e solução fisiológica ao final dos dez dias. Conclui-se que, o efeito clínico da administração do óleo essencial de R. officinalis na concentração de 5% em propilenoglicol não é irritante quando utilizado na orelha externa hígida de ratos Wistar.

Palavras-chave: alecrim, fitoterapia, orelha externa



Este conteúdo é apenas para associados MEDVEP: Associado Ouro, Associado Bronze, e Associado Prata.
Acessar Associe-se

Análise das lesões clínicas de caninos e felinos acometidos pelas principais infecções fúngicas

Resumo

As principais infecções fúngicas que acometem caninos e felinos apresentam manifestações clínicas enquadradas como dermatopatias de diferentes etiologias, os quais dificultam a conduta clínica, devido as diversas suspeitas clínicas. Este trabalho objetivou analisar as lesões clínicas e sítios de lesões advindas da malasseziose, candidose, dermatofitose e esporotricose ocorridas em felinos e caninos atendidos em Pelotas, RS (Brasil) em um período de oito anos de estudo. Nos resultados observados, a malasseziose e candidose otológica apresentam similaridade com sinais de prurido e cerúmen enegrecido nos animais estudados. A dermatofitose se manifestou principalmente em lesões alopécicas, crostosas e pruriginosas, sendo a região cranial e torácica mais afetada em caninos, ao passo que em felinos ocorreu em maior frequência nos ouvidos externos, região da cabeça e face, membros anteriores e abdômen. Úlceras, exsudação e nódulos foram os sinais mais observados em caninos e felinos com esporotricose, principalmente no plano facial, com envolvimento nasal, além da região externa dos ouvidos em felinos.

Palavras-chave: malasseziose; candidose; dermatofitose; esporotricose



Este conteúdo é apenas para associados MEDVEP: Associado Ouro, Associado Bronze, e Associado Prata.
Acessar Associe-se

Adenite sebácea em cães da raça lhasa apso: estudo retrospectivo de 20 casos

Resumo

A adenite sebácea é um distúrbio inflamatório, idiopático, disqueratótico, crônico, caracterizado pela degeneração e atrofia pós-inflamatória da glândula sebácea. Animais das raças akita, poodle, vizsla e haveneses são citados como predispostos ao seu desenvolvimento, estando relacionado a um defeito genético, autossômico recessivo com expressão variável, que pode levar a destruição glandular em poodles e akitas. Por ser uma afecção incomum na raça lhasa apso, este estudo tem como objetivo avaliar os aspectos clínicos e dermatopatológicos da adenite sebácea nestes cães. Para tal foram avaliados 20 cães da raça lhasa apso, no período de 2005-2013 com diagnóstico clínico- patológico de ASG. Geralmente a doença se desenvolveu em animais adultos jovens ou adultos, independente do gênero sexual e com sinais clínicos de descamação, comedões, cilindros foliculares e hipotricose na região cervical, dorsal, lombo sacral, e orelhas. No exame dermatohistopatológico, inflamação perianexial e ausência de glândulas sebáceas foram observadas em 90%, o que denota evolução crônica e ausência de diagnóstico precose da ASG nesta raça.

Palavras-chave: glândula sebácea, disqueratose, inflamação



Este conteúdo é apenas para associados MEDVEP: Associado Ouro, Associado Bronze, e Associado Prata.
Acessar Associe-se

Resistência à meticilina em otite externa canina – do diagnóstico ao tratamento

Resumo

Estafilococos são comumente isolados da pele e mucosas de cães sadios, mas, encontrando ambiente propício, podem tornar-se patógenos oportunistas com elevada resistência antimicrobiana. Sendo a orelha uma extensão da pele, grande número de casos de otite externa está relacionado com estes microrganismos. São diversos os fatores de virulência relacionados aos estafilococos, dentre os mais importantes está a resistência à meticilina, que é expressa pelo gene mecA, que confere resistência também a outros antimicrobianos β-lactâmicos. Devido às semelhanças fenotípicas que o S. pseudintermedius possui com S. intermedius e S. delphini, estes microrganismos foram agrupados no Staphylococcus intermedius group (SIG), só podendo ser diferenciados através de análises filogenéticas. A elevada frequência de isolados de Staphylococcus spp. alerta para necessidade de diagnósticos mais minuciosos para evitar o uso indiscriminado de antimicrobianos.

Palavras-chave: citologia, isolamento, efeito de drogas, antimicrobiano

Abstract

Staphylococci are commonly isolated from the skin and mucosa of healthy dogs, but in suitable environment, they can become opportunistic pathogens with high antimicrobial resistance. As the ear is an extension of the skin, a large number of cases of otitis externa are associated with this microorganism. There are several factors related to staphylococcal virulence, the most important is methicillin resistance, that is expressed by the mecA gene , which also confers resistance to other β-lactams antimicrobials. Due to the phenotypic similarities among S. pseudintermedius, S intermedius and S. delphini, these microorganisms were grouped in the Staphylococcus intermedius group (SIG), which can be differentiated only through phylogenetic analysis. The increasing frequency of isolates of Staphylococcus spp. show the needs for more detailed diagnostics as well as the warning of the indiscriminate use of antibiotics.

Keywords: cytology, isolation, drug effects, antimicrobial



Este conteúdo é apenas para associados MEDVEP: Associado Ouro, Associado Bronze, e Associado Prata.
Acessar Associe-se

Displasias foliculares em cães: relato de dois casos na cidade de João Pessoa – PB

Resumo

Um dos principais motivos pelos quais cães e gatos são levados ao consultório ou clínica veterinária é a percepção por parte dos proprietários da alopecia. Diversas dermatopatias podem levar a este sintoma, em variados graus, e, acompanhados ou não de outros tipos de lesões. O objetivo deste trabalho é relatar um caso clínico de alopecia por diluição da cor (ADC) e um caso de displasia folicular dos pelos pretos (DFPP), duas doenças consideradas raras. Os cães foram atendidos na Clínica Veterinária Animais em Pessoa, na cidade de João Pessoa – PB.

Palavras-chave: alopecia, cor, pelos, melanina, displasia folicular

Abstract

One of the main reasons why dogs and cats are taken to the clinic or veterinary clinic is the perception by the owners of alopecia. Various skin diseases can lead to this symptom, in varying degrees, and with or without other lesions. The objective of this study is to report a clinical case of color dilution alopecia (CDA) and a case of black hair follicular dysplasia (BHFD), both considered rare diseases. The dogs were treated at Animais em Pessoa Veterinary Clinic in the city of João Pessoa - PB.

Keywords: alopecia, color, hair, melanin, follicular dysplasia



Este conteúdo é apenas para associados MEDVEP: Associado Ouro, Associado Bronze, e Associado Prata.
Acessar Associe-se