05out/15

Levantamento sorológico de brucelose em cervídeos cativos do parque Pampas Safari, Gravataí, RS

RESUMO

A brucelose é uma doença infecto-contagiosa provocada por diferentes espécies de bactérias do gênero Brucella, que podem causar doença em praticamente todos mamíferos. O homem pode se infectar através da ingestão de leite e seus derivados sem tratamento térmico adequado e ao manipular restos placentários, recém-nascidos, fezes e carcaças de animais infectados. O parque Pampas Safari possui em seu plantel cerca de 470 cervídeos numa área de 320 hectares, juntamente com outros animais da fauna silvestre mundial. Durante o período de janeiro 2008 a março de 2010, todos os animais que necessitaram ser anestesiados para procedimentos gerais tiveram seu sangue coletado. Por meio das amostras de soro desses animais investigou-se sorologicamente a presença de bacterias do genero Brucella spp., utilizando-se testes de Antígeno Acidificado Tamponado, para detecção de anticorpos anti-brucelas lisas, e Imunodifusão em Agar gel, para anticorpos anti-brucelas rugosas. Das 66 amostras analisadas, representando 10,6% do total de cervos do plantel, todas foram negativas para brucelose. Essa enfermidade não parece ser um problema na população de cervídeos do Parque, porém o trabalho de monitoramento deve ser continuadamente realizado, para saúde do plantel, de visitantes e de funcionários.
Palavras-chave: Brucella sp., Cervus sp., soroaglutinação, antígeno acidificado tamponado.

ABSTRACT

Brucellosis is an infectious disease caused by different species of bacteria of the genus Brucella, which can infect practically all mammals. Man can become infected through ingestion of milk and dairy products without heat treatment and through handling placental membranes, newborns, feces and carcasses of infected animals. Pampas Safari Park has a deer population of about 470 animals in 320 hectares, among other animals of the wild world fauna. During the period of January 2008 to March 2010, all animals needed to be anesthetized for general procedures and had their blood collected. Through the serum of these animals it was done a serological investigation for Brucella spp, using the tests of Buffered Acidified Plate Brucella Antigen for the detection of antibodies to smooth brucella, and Agar Gel Immunodiffusion Test for the detection of antibodies to rough brucella. The 66 samples were analyzed, representing 10,6% of the deer population, and were all negative for brucellosis. This disease does not seem to be a problem in the deer population of the park, but the monitoring research must be carried out continuously, for the health of the flock, visitors and employees.
Keywords: Brucella sp., wild animals, deer, buffered Acidified Plate

02set/15

Avaliação da microbiota bacteriana cloacal de Trachemys scripta elegans, recebidos no CRAS, Parque Ecológico do Tietê, SP

RESUMO

O comércio de Trachemys scripta elegans foi proibido, mas o tráfico e a venda ilegal fazem com que a fauna nativa fique constantemente ameaçada pela disseminação de doenças, zoonoses e geração de híbridos, pois estes animais são frequentemente abandonados pelas dificuldades de manejo. O objetivo do trabalho foi identificar as enterobactérias presentes na cloaca de T. scripta elegans recebidas no CRASPET. Foram coletados 29 swabs de cloaca de animais adultos, machos e fêmeas, armazenados em meio Stuart e enviados a um laboratório particular para cultura bacteriológica. Os microrganismos isolados foram: Edwardsiella sp. 62% (18/29), Escherichiacoli 24% (7/29), Salmonella sp. 10% (3/29), Citrobacter sp. 3% (1/29), Enterobacter sp. 3% (1/29) e Klebsiellasp 3% (1/29). O resultado demonstrou em 100% das amostras, crescimento bacteriano de Gram negativas, da família Enterobacteriaceae, microrganismos frequentemente associados a doenças do trato gastrointestinal. Foi constatado que o conhecimento do risco zoonótico e da circulação de patógenos são fatores essenciais a saúde pública, que podem ser evitados através da educação ambiental e sanitária.
Palavras-chave: Edwardsiella sp.; enterobactérias;tráfico de animais; zoonose

ABSTRACT

Trachemys scripta elegans trade was banned in Brazil, but the illegal commerce makes the native fauna chronically threatened by the spread of diseases, zoonosis and generation of hybrids, because these animals are often abandoned due their handling difficulties. The objective of this study was to identify pathogenic intestinal bacteria in the cloaca of T. scripta elegans received on CRAS-PET. We collected 29 cloacal swabs from adult animals, males and females, kept on Stuart’s liquid and sent to a private laboratory for bacterial culture. The microorganisms isolated were: Edwardsiella sp. 62% (18/29), Escherichia coli 24% (7 / 29), Salmonella sp. 10% (3 / 29), Citrobacter sp. 3% (1 / 29), Enterobacter sp. 3% (1 / 29) and Klebsiellasp 3% (1 / 29). The results showed in 100% of the samples, bacterial growth of Gram-negative Enterobacteriaceae family, microorganisms commonly associated with gastrointestinal diseases. It was found that knowledge of risk and the circulation of zoonotic pathogens are essential factors to public health, which can be prevented through environmental education and health education.
Keywords: Edwardsiella sp.; enterobacteria, animal traffic, zoonosis

02set/15

Microbiota fúngica de felídeos silvestres hígidos encaminhados a centros de triagem no Rio Grando do Sul e Mato Grosso do Sul

RESUMO

A microbiota fúngica que compõe a superfície corpórea dos seres vivos sofre periodicamente mudanças qualitativas e/ou quantitativas que decorrem de fatores ambientais, como localização geográfica, sanidade e condições climáticas. O objetivo deste trabalho foi estudar a microbiota fúngica de felídeos encaminhados ao Núcleo de Reabilitação da Fauna Silvestreda Universidade Federal de Pelotas – RS e ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres de Campo Grande – MS. As colheitas de material proveniente do pelo e meato acústico externo foram realizadas através da técnica do “quadrado do carpete” e swab, friccionando-os, respectivamente, no pelo do animal na região da cabeça e pescoço e no meato acústico externo. As coletas foram realizadas em 20 animais distribuídos nas seguintes espécies: Leopardus geoffroyi, Leopardus pardalis, Leopardus wiedii, Panthera onca e Puma concolor. O isolamento fúngico ocorreu em 14 animais (70%), sendo as seguintes espécies isoladas Aspergillus spp., Geotrichum spp., Penicillium spp., Trichophyton sp., M. pachydermatis, Candida sp. e Scopulariopsis sp. São poucos os estudos sobre fungos isolados em animais silvestres, assim como sua microbiota fúngica não é totalmente conhecida. Animais mantidos em cativeiro ou transportados, mesmo que por um curto período, podem ser expostos a uma variedade de patógenos, e se tornar carreadores potenciais de doenças infecciosas. Portanto o conhecimento da microbiota fúngica dos animais é de grande importância para compreensão das infecções que podem acometer os felinos silvestres, assim como a possibilidade de transmissão zoonótica.
Palavras-chave: felídeos silvestres, fungos, leveduras, microbiota

ABSTRACT

The fungal microbiota that comprises the body surface of living beings suffers qualitative changes periodically and / or quantitative result from environmental factors such as geographic location, health and climatic conditions. The aim of this work was study the fungal microbiota of cats referred to the Center for Rehabilitation of Wildlife, Federal University of Pelotas – RS and Rehabilitation Center for Wild Animals in Campo Grande – MS. The material was obtained from hair and ear canal and was performed using the technique of “carpet square” and swab, rubbing them, respectively, in the animal on the head and neck and ear canal. The samples were performed in 20 animals distributed in the following species: Leopardus geoffroyi, Leopardus pardalis, Leopardus wiedii, Panthera onca and Puma concolor. The fungus was isolated from 14 animals (70%), and the species isolated were Aspergillus spp. Geotrichum spp. Penicillium spp. Trichophyton sp., M. pachydermatis, Candida sp. and Scopulariopsis sp. There are few studies on fungi isolated from wild animals, as well as their fungal microbiotais not fully known. Animals kept in captivity or transported, even for a short period, can be exposed to a variety of pathogens, and become potential carriers of infectious diseases. Therefore, knowledge of the fungal microbiota of animals has great importance for understanding infection that can affect the wild felines as well as the possibility of zoonotic transmission.
Keywords: wild cats, fungi, yeast, microbiota

02set/15

Modulação comportamental de queixadas (Tayassu pecari Link 1795) pelo emprego de decanoato de haloperidol, com protocolos posológicos calculados por meio de extrapolação alométrica interespecífica

RESUMO

Os queixadas (Tayassu pecari Link 1795) são artiodátilos pertencentes à Família Tayassuida e que frequentemente são expostos em parques zoológicos, e têm longa expectativa de vida, quando adequadamente manejados. Também são criados em cativeiro com finalidades econômicas, como a produção de carne e peles.Como em outras espécies selvagens, o uso de meios farmacológicos para a contenção desses animais é fundamental para seu manejo e realização de procedimentos médicos. Os fármacos neurolépticos têm potencial para atuar como moduladores de comportamento, controlando comportamentos indesejáveis em animais domésticos e selvagens submetidos a situações estressantes. Neste estudo avaliou-se a ação psicoterapêutica do decanoato de haloperidol, em doses calculadas por meio de extrapolação alométrica, no manejo comportamental de queixadas (Tayassu pecari). Foram empregados 19 animais, submetidos a intenso convívio humano ao qual não estavam habituados, bem como a procedimentos rotineiros em criadouros comerciais, incluindo confinamento em currais e contenção em gaiola-prensa. O protocolo experimental mostrou-se eficiente, facilitando o manejo e reduzindo de forma significativa os comportamentos indesejáveis dos queixadas medicados com decanoato de haloperidol, em doses alometricamente extrapoladas a partir da dose alta indicada para pessoas. Assim, é possível indicar o emprego desse fármaco, nessas doses, como uma ferramenta farmacológica eficiente no manejo comportamental de queixadas em cativeiro, com possibilidade de ser utilizado no manejo e formação de grupos para programas de conservação em vida livre.
Palavras-chave: animais selvagens, Tayassuidae, manejo, cativeiro, neurolépticos

ABSTRACT

Peccaries are often exhibited in zoos, and have a long life span, when properly managed. They are also bred in captivity for economic purposes, such as the production of meat and leather. As in other wild species, the chemical restraint is very important for handling and accomplishing of medical procedures in peccaries. Neuroleptic drugs act in behavior modulation, controlling undesirable behavioral effects of stressors in domestic and wild animals. This study evaluated the psychotherapeutic action of allometically scaled doses of haloperidol decanoate in the behavioral management of white-lipped-peccaries (Tayassu pecari Link 1795). There were used 19 animals, subjected to intense human contact, as well as routine procedures in commercial breeding, including confinement in corrals and restraint in restraining cages. The experimental protocol using doses allometrically scaled from the higher doses indicated to human beings was efficient, facilitating the handling and significantly reducing the undesirable behaviors of the animals treated with haloperidol decanoate. So, it is possible to indicate the use of this drug in these doses, as an effective pharmacological tool in behavioral management of captive white-lipped-peccaries, with possibilities to be applied in wild animals to form new groups with conservation and management purposes.
Keywords: wild animals, Tayassuidae, handling, captivity, neuroleptics