02set/15

Perfil bioquímico de cães intoxicados experimentalmente com carbamato (Aldicarb) e submetidos à hemodiálise e hemoperfusão

RESUMO

Esta pesquisa foi realizada com o objetivo de avaliar o perfil bioquímico sérico de cães intoxicados experimentalmente com carbamato (Aldicarb) e submetidos a duas diferentes técnicas dialíticas: hemodiálise e a hemoperfusão. Quinze cães adultos, sem raça definida foram intoxicados experimentalmente com 4,97mg/kg de peso vivo de Aldicarb, por via oral. Todos os animais, para controle dos efeitos clínicos provocados pela droga, foram medicados 30 minutos e uma hora após a ingestão, com sulfato de atropina e benzodiazepínico (Diazepam). Esses cães foram divididos em três grupos experimentais compostos de cinco animais cada, denominados grupos I, II e III. Os animais dos grupos II e III, 3h após administração do Aldicarb foram submetidos a sessões de duas horas de hemodiálise e de hemoperfusão, respectivamente. Os animais do grupo I serviram como controle, não tendo sido submetidos a nenhum tratamento dialítico. Amostras de sangue foram coletadas antes e 30min., 3h e 5h após a administração de Aldicarb. Foram realizados exames bioquímicos para avaliar uréia, creatinina, glicose, proteína total, alanina aminotransferase e pseudocolinesterase. Trinta minutos após a intoxicação todos os animais apresentaram diminuição significativa na concentração sérica de pseudoacetilcolinesterase, confirmando a intoxicação. Os animais dos grupos II e III apresentaram discreto aumento nas concentrações de creatinina 30min após a intoxicação, com redução significativa após as técnicas dialíticas. Somente o grupo III apresentou aumento significativo de alanina aminotransferase após a intoxicação com diminuição significativa após a técnica da hemoperfusão.
Palavras-chave: cão, intoxicação, técnicas dialíticas, patologia clínica.

ABSTRACT

This research was performed with objective of evaluating the serum profile biochemical of dogs intoxicated experimentally with carbamate (Aldicarb) and submitted to two different dialytic technicals: hemodialysis and the hemoperfusion. Fifteen mongrel adult dogs were experimentally orally intoxicated with 4,97mg/kg of Aldicarb. All the animals, for the treatment of the clinical effects provoked by the drug, were medicated 30 min and one hour after the ingestion, with atropine sulfate and benzodiazepine (Diazepam). Those dogs were divided in three experimental groups composed of five animals each, denominated groups I, II and III. The animals of groups II and III, 3h after administration of Aldicarb were submitted to sessions of hemodialysis and hemoperfusion (two hours), respectively. The animals of group I (control group) were not submitted to dialysis treatment. Blood samples were collected before and 30min, 3h, 5h after the administration of Aldicarb and in groups II and III, after hemodialysis and hemoperfusion respectively. The following exams were carried out: biochemical tests of urea, creatinina, glucose, total protein, aspartate amino-transferase and pseudo cholinesterase. Thirty minutes after intoxication, all animals showed significative decrease in serum concentration of pseudo cholinesterase. The animals from groups II and III showed increase in creatinine levels 30 min. after intoxication, with decrease after technical of dialysis. Only group III showed increase of alanine amino-transferase levels after the intoxication that decreasing after hemoperfusion.
Keywords: dog, intoxication, dialytic technicals, clinical pathology.

03jul/15

Aspectos Clínicos, ultrassonográficos e anatomopatológicos da displasia renal em Lhasa Apso com nefropatia juvenil progressiva

RESUMO

A displasia renal é caracterizada como uma desordem do parênquima renal. Ocorre no período embrionário durante a diferenciação dos tecidos renais e sua etiologia ainda permanece indefinida. Esta patologia, de origem congênita e hereditária, acomete principalmente animais jovens. A afecção pode levar ao desenvolvimento de doença renal crônica, com manifestação clínica de poliúria, polidipsia, perda de peso e apatia. Exames de imagem auxiliam na avaliação da arquitetura renal, evidenciando áreas de perda da definição córtico-medular. O diagnóstico definitivo é obtido por histopatologia. Destaca-se a importância de evitar o cruzamento de animais portadores de displasia renal, pois a doença é de caráter transmissível. O presente trabalho tem por objetivo relatar um caso de displasia renal, em um canino da raça Lhasa-apso, caracterizando seus aspectos clínicos, ultrassonográficos e anatomopatológicos.
Palavras-chave: nefropatia, doença renal crônica, doença congênita, histopatologia

ABSTRACT

Renal dysplasia is characterized as a disorder of the renal parenchyma. It occurs in the embryonic period during differentiation of renal tissues and its etiology remains unclear. This congenital and hereditary pathology affects mainly young animals. The condition can lead to the development of chronic kidney disease with clinical signs of polyuria, polydipsia, weight loss and apathy. Imaging tests help the evaluation of renal architecture, highlighting areas of loss of cortical-medular definition. The definitive diagnosis is made by histopathology. Highlights the importance of avoiding crossing animals with renal dysplasia, because the disease is transmitted character. This paper aims to report a case of renal dysplasia in a Lhasa-apso canine, featuring its clinical, ultrasonographic and anatomopathological aspects.
Keywords: nephropathy, chronic kidney disease, congenital disease, histopathology

03jul/15

Pionefrose associada a nefrólitos em um cão – relato de caso

RESUMO

A pionefrose pode ser definida como uma infecção renal hidronefrótica que surge a partir da pielonefrite e acúmulo de exsudato na pelve renal dilatada e hidronefrose seguida por infecção ascendente. Dentre as causas, pode-se citar a obstrução da pelve renal por nefrólitos. A rápida identificação e tratamento adequado são fundamentais para evitar a perda irreversível da função renal e evolução para sepse. O tratamento consiste em antibioticoterapia precoce e drenagem da pelve infectada. A nefrectomia é indicada em casos avançados. Neste relato optou-se pela nefrectomia como tratamento de escolha devido ao avançado grau de destruição do parênquima renal, sendo esta uma técnica preconizada pela literatura.
Palavras-chave: pionefrose, nefrólitos, cão

ABSTRACT

The pyonephrosis can be defined as a hydronephrotic kidney infection that arises from the accumulation of exudate pyelonephritis and dilated renal pelvis followed by ascending infection. Among the causes, we can mention the obstruction of the renal pelvis by nephroliths. Early identification and treatment are essential to prevent irreversible loss of kidney function and progression to sepsis.Treatment consists of early antibiotic therapy and drainage of infected pelvis. Nephrectomy is indicated in advanced cases. In this report we opted for nephrectomy as the main treatment due to the advanced degree of destruction of the renal parenchyma, which is a technique recommended by the literature.
Keywords: pyonephrosis, nephroliths, dog

03jul/15

Hemodiálise – Por que Empregar a Técnica em Animais?

RESUMO

A hemodiálise é um procedimento terapêutico de múltiplas aplicações. Sua contribuição para pacientes portadores de insuficiência renal crônica é consagrada. Porém, ela pode ser indicada como adjuvante nas moléstias causadoras de insuficiência renal aguda e nas intoxicações e envenenamentos. Seu emprego na Medicina Veterinária vem sendo estudado, tendo mostrado resultados favoráveis à sua indicação. A evolução tecnológica dos materiais empregados para sua realização permitiu a redução de seus custos, favorecendo ainda mais sua aplicação em animais. Este documento apresenta os diversos recursos existentes de métodos de depuração extra-corpórea, esclarecendo as diversas aplicações da hemodiálise.
PALAVRAS-CHAVE: Diálise renal/veterinária; Taxa de depuração metabólica; Métodos; Cães.

ABSTRACT

Hemodialysis is a therapeutic procedure of multiple applicabilities. Its contribution for chronic renal insufficiency patients is determinant. However, it may be indicated as an adjuvant on diseases that cause acute renal insufficiency as well as on intoxications and poisonings. Its use on Veterinary Medicine is under research, showing satisfactory results when applied. The technological evolution of the material used on such appliance allowed its costs reduction, which helped even more when applied in animals as well. Therefore, this paper introduces the various existing resources towards the extracorporeal depuration, showing several hemodialysis appliances.
KEYWORDS: Renal dialysis/veterinary; Metabolic cleareance rate; Methods; Dogs.

03jul/15

Tratamento da Insuficiência Renal Crônica em Cães e Gatos

RESUMO

A insuficiência renal crônica (IRC) ocorre com relativa freqüência em cães e gatos. A insuficiência geralmente surge quando há perda irreversível de 67 a 75% dos néfrons, estágio em que os rins perdem a capacidade compensatória, podendo ocorrer a manifestação dos sinais clínicos. Considerando-se que os sinais clínicos são inespecíficos, torna-se necessária a realização de exames complementares para o estabelecimento do diagnóstico. Embora não exista cura definitiva para a IRC, existe uma série de terapias que visam melhorar a qualidade de vida e prolongar a sobrevivência dos animais acometidos. O objetivo desse artigo é tecer comentários sobre as principais terapias de manutenção recomendadas para os cães e gatos com IRC.
PALAVRAS-CHAVE: Insuficiência renal/veterinária; Cães; Gatos.

ABSTRACT

Chronic Renal Failure (CRF) has been observed in dogs and cats with relative frequency. Kidney failure occurs when at least 2/3 to ¾ of nephrons are lost, condition in which the kidneys are not able to maintain their compensatory capacity, and clinical signs may occur. As the clinical signs are not specific for the disease, the assessment of complementary exams is required to establish the diagnosis. Although the definitive recover of the CRF does not occur, many medical treatments are considered in order to improve the quality of life, as well as to prolong lifetime. The goal of this review is concerning about some important maintenance therapies that have been recommended for dogs and cats with CRF.
KEYWORDS: Kidney failure/veterinary; Dogs; Cats.